Precisa de ajuda? Contatar
Utilizações mais frequentes da magnetoterapia na medicina

Utilizações mais frequentes da magnetoterapia na medicina

A magnetoterapia é uma fisioterapia não invasiva que oferece outras opções para o tratamento de várias doenças, especialmente as relacionadas com músculos e ossos.

O uso da magnetoterapia tem aumentado nos últimos anos a ponto de ser incluída nos processos terapêuticos da medicina tradicional.

Na verdade, é um dispositivo médico que já é comum em clínicas de reabilitação e centros de fisioterapia.

Para aprender um pouco mais sobre a história da magnetoterapia recomendamos que visite esta ligação.

Se está interessado em saber quais funções específicas que são atribuídas a esta técnica, continue a ler porque no artigo de hoje vamos ver em pormenor as utilizações mais frequentes de magnetoterapia na medicina.

Para que serve a magnetoterapia na medicina?

A magnetoterapia é uma técnica que utiliza campos magnéticos como meio de cura para o corpo. Podemos falar de diferentes usos dependendo da patologia:

Utilização fisioterapêutica

Na fisioterapia já é muito comum a utilização de equipamentos de magnetoterapia para tratar condições, bem como para lidar com a dor dos pacientes.

É uma técnica não invasiva que penetra intensamente no corpo, obtendo resultados bastante positivos para o paciente.

Isto porque os campos magnéticos que são aplicados com o equipamento de magnetoterapia têm efeitos sobre os iões do corpo de uma pessoa, entrando diretamente na sua corrente sanguínea.

Portanto, equipamentos com diferentes intensidades - baixa ou alta - são utilizados para localizar e provocar mudanças na nossa estrutura. Desta forma, é possível conseguir a regeneração do tecido ósseo, um dos problemas mais complicados de tratar.

Alguns usos fisioterapêuticos comuns são a recuperação de fraturas, redução da inflamação após traumatismos ou lombalgias.

Utilização analgésica

A utilização de aparelhos de magnetoterapia pulsada tem um efeito sobre o corpo que reduz a inflamação dos tecidos e trata a dor. Como é que isto é possível? Porque a magnetoterapia permite que a pressão acumulada nos músculos seja drenada e também produz um efeito relaxante que pode aliviar a dor e a inflamação. 

Com a magnetoterapia é possível reduzir a dor causada por doenças como a artrose, a artrite, as cervicalgias ou as mialgias, por exemplo.

Utilização oxigenante

Mas, além das indicações mencionadas acima, pode usar um equipamento portátil de magnetoterapia para tratar problemas vasculares e cicatrização de feridas, entre outros.

A função da magnetoterapia causa um aumento do fluxo sanguíneo que beneficia a nutrição das células. Isto causa um aumento de oxigénio no sangue que é emitido ao resto do corpo.

Efeitos positivos da magnetoterapia

O nosso corpo é composto por células que morrem e se regeneram ao longo das nossas vidas. Quando não o conseguem fazer, isso reflete-se na nossa saúde. A magnetoterapia é uma técnica que promove a regeneração e a reforma das células mantendo o organismo com boa saúde.

Ter o seu próprio equipamento portátil de magnetoterapia irá ajudá-lo a realizar os ciclos e sessões com as durações e intensidades adequadas, dependendo da doença a tratar. Recomenda-se que tenha o seu próprio equipamento, especialmente se sofrer de doenças crónicas ou com tratamentos a longo prazo.

Se tiver alguma dúvida, a nossa equipa terá todo o gosto em ajudá-lo e aconselhá-lo.

Partilhe esta publicação